Sábado 06 Marçao 2021,
Patrocínio VIP

Padre Osvânio é eleito novo Superior Provincial do Brasil e Região do Paraguai

O Padre Osvânio Humberto Mariano, ss.cc. foi eleito na tarde de hoje, 20 de janeiro de 2021, o Superior Provincial do Brasil e Região do Paraguai. A escolha foi feita durante o XI Capítulo Provincial, em Pindamonhangaba-SP.

Osvânio, de 56 anos, é filho de D. Terezinha e do saudoso Sr. José Mariano. O padre nasceu em Guimarânia-MG e trabalhava atualmente como pároco da Paróquia São Damião de Molokai, em Patrocínio-MG, além de exercer a função de Vigário Episcopal para a Vida Consagrada na Diocese de Patos de Minas-MG.

A assembleia que elegeu Pe. Osvânio, começou na última segunda-feira, dia 18 e vai até o próximo sábado. Na tarde desta quarta-feira, os padres com direito a voto se reuniram para a eleição e escolheram o pároco de Patrocínio, que a partir de agora deixa a cidade e passa a morar em Belo Horizonte, na sede da Congregação, para cumprir um mandato de três anos.

Quem é Padre Osvânio

Filho de José Mariano e Teresinha Maria de Jesus, Osvânio nasceu na cidade de Guimarânia/MG e é o filho o mais velho dos seis irmãos. Até os sete anos, a família morava na roça, foi quando então se mudaram para a cidade para que ele pudesse ir para a escola. Osvânio era de uma família muito pobre; o pai era lavrador e também trabalhava como marceneiro, a mãe, do lar.

“Nunca nos faltou a fé em Deus e o cultivo de uma espiritualidade bastante simples; reza do terço, novenas e principalmente a participação na eucaristia.”

Pe Osvânio Humberto Mariano, ss.cc

Quanto à vocação, desde muito cedo, quando alguém o perguntava o que gostaria de ser quando fosse adulto, ele sempre respondia: “Queria ser padre!”. Mas, nesse período da infância e adolescência tudo transcorreu com muita naturalidade. Sempre que pensava em ir para o seminário, logo levava em consideração as condições financeiras da família, pois não tinha condição de contribuir, ele sendo o mais velho, precisava ajudar a família, como de fato fazia.

Começou a trabalhar aos dez anos: vendia picolé, trabalhava na banca de frutas e verduras e no bar. Uma das coisas importantes que ele destaca desse tempo e que, com certeza o ajudou no discernimento vocacional, foi o contato com as pessoas mais pobres. Como o pai era vicentino ele sempre o acompanhava nas reuniões e fazia as visitas aos assistidos.

Padre Osvânio conta que algo muito marcante para a tomada de decisão dele foi quando em 1980, o Papa João Paulo II veio a primeira vez ao Brasil, e houve uma ordenação de dezenas de padres no Rio de Janeiro. “Achei muito bonito, a partir daí comecei a manifestar para minha família e amigos que gostaria de ir para o seminário”, lembra ele.

O jovem conta que conheceu um rapaz que já estava no seminário e que ele o presenteou com um livro sobre a vida de São Damião de Molokai e que isso foi despertando nele o ardor missionário. Foi aí que Osvânio acabou entrando na mesma congregação de São Damião. Desde criança, o padre mantém uma grande devoção a Nossa Senhora de Fátima. Sua mãe sempre dizia que no dia do seu batismo (21/06/1964) ele foi consagrado a ela.

Na Vida Religiosa Sacerdotal Padre Osvânio sempre cultiva o ideal missionário.  O contato com os pobres sempre foi para ele uma experiência fundamental no sentido de renovar a consagração.

Comentários

comentários

Gostou? Compartilhe!

Sobre o autor

Diretor Patrocínio VIP