Ruvaldo Delarisse é o grande vencedor na categoria Natural do I Prêmio da Região do Cerrado Mineiro

Ruvaldo Delarisse é o grande vencedor na categoria Natural do I Prêmio da Região do Cerrado Mineiro

Em um grande evento realizado em Uberlândia, na noite do dia 17 de outubro, organizado pela Federação dos Cafeicultores do Cerrado teve como intuito celebrar a colheita e reconhecer formalmente os cafeicultores que investem na qualidade e fazem de seu produto um café de atitude. A celebração reuniu representantes da cadeia do café, autoridades políticas, cafeicultores e representantes das cooperativas e associações que compõem o sistema da Região do Cerrado Mineiro no salão do Center Convention.
Antes do anúncio dos vencedores, a organização do evento, juntamente com o parceiro SEBRAE, homenagearam quatro consultores técnicos de campo do Projeto Educampo Café, entre os homenageados estava o consultor técnico da Expocaccer, Caio Eduardo Lazarini Garcia e também a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento da Região do Cerrado Mineiro. Um dos homenageados foi o cooperado e um dos fundadores da Expocaccer, Maurício de Carvalho Brandão.
Os premiados
Com os compradores de café presentes no evento, os três finalistas de cada categoria aguardaram ansiosos para saber quem seria o grande vencedor da noite e da primeira edição deste prêmio.
Na categoria Cereja Descascado o primeiro lugar ficou para o cafeicultor e cooperado da Expocaccer, Lúcio Gondim Velloso, cuja amostra premiada foi enviada pela Coocacer de Carmo do Paranaíba; seguido pelos cafeicultores em segundo e terceiro lugar respectivamente: Tomaz Eliodoro da Costa e Eduardo Pinheiro Campos.
Já na categoria Natural, o grande premiado foi o cooperado da Expocaccer, Ruvaldo Delarisse, que também teve sua amostra preparada pela cooperativa, relatou que mesmo tendo um histórico extenso de vitórias em premiações de qualidade, não esperava por este resultado, embora torcesse por ele.
Nesta categoria foram premiados também os cafeicultores Hélio Tutida, com o segundo lugar; e os representantes da COOPCAF, com o terceiro lugar.
Os vencedores da noite terão um lote de 20 sacas de café negociadas a R$ 1 mil cada, totalizando um prêmio de R$ 20 mil. Os demais classificados também terão um lote de 20 sacas comercializado a valores acima dos praticados no mercado.

Elias Miranda de Resende

Diretor Patrocínio VIP